Atendimento à distância para Animais

 

 

Não é novidade para ninguém o que representa São Francisco de Assis para os pequenos seres da criação. Sua existência é um modelo ecológico para gerações futuras. O amor que dedicava e a humildade que tinha para com todas as pequenas criaturas, a quem chamava de irmãos, é um exemplo a ser se guido por todos nós, trabalhadores de sua casa. É inconcebível buscarmos comunicação com os espíritos de luz se esquecemos de nossos irmãos menores.

IMPORTANTE:

• O tratamento espiritual é um complemento do tratamento medico. Portanto, se você ainda não levou seu amigo a um veterinário, faça-o imediatamente. Muitas vezes o objetivo é alcançado através de intuições feitas pelos espíritos protetores aos médicos veterinários que tratam do animal.

• O êxito do tratamento depende muito do merecimento daquele a quem foi delegada pelos espíritos superiores a guarda e proteção do animal. Portanto faça um exame de consciência e inicie desde já sua reforma intima. Seu companheiro será atendido na próxima Terça-Feira entre 20:00 e 21:30 horas. Não force o animal a nada. Deixe-o agir naturalmente. Se possível, permaneça junto ao animal dirigindo preces aos espíritos superiores pedindo sua intercessão em favor de seu amigo. Se for impossível a sua presença, no horário marcado, mentalize o animal e o lugar onde se encontra. Disponibilize dois litros de água filtrada em uma garrafa transparente e incolor em cima de um pano branco próximo de onde esteja o necessitado. Durante às próximas semanas, misture na água que o animal vai beber 50 ml desta água (um copinho de café) por dia, até acabar o conteúdo da garrafa.

Outras orientações:

* Não envie exames, radiografias ou fotografia.

* Nosso atendimento é inteiramente gratuito.

* Por orientação espiritual não nos é permitido dar qualquer retorno sobre o atendimento realizado

 
Favor preencher TODOS os campos abaixo!

 

Nome do Animal:

Endereco:
Mensagem:

 

Dúvida sobre reencarnações de animais

Em o Livro dos Espíritos

Questão 601. Os animais estão sujeitos, como o homem, a uma Lei progressiva. E daí vem que nos mundos superiores, onde os homens são mais adiantados, os animais também o são, dispondo de meios mais amplos de comunicação. São sempre, porém, inferiores ao homem e se lhe acham submetidos, tendo neles o homem servidores inteligentes.

Questão 602. Os animais progridem pela força das coisas, para eles não há expiação”.

Questão 607. A alma do homem em sua origem assemelha-se ao estado de infância da vida corpórea, onde a sua inteligência desponta e ensaia para vida. Onde cumpre o espírito essa primeira fase? • Numa serie de existências que precedem o período que chamais de humanidade.

Questão 607a. Parece, assim, que a alma teria sido o principio inteligente dos seres inferiores da criação?

Não dissemos que tudo se encadeia na natureza e tende a unidade? É nestes seres que estais longe de conhecer inteiramente, que o principio inteligente se elabora, se individualiza pouco a pouco e ensaia para a vida.

A revista espírita de maio de 1865 confirma:

O principio inteligente dos animais progride ate o máximo que lhe permite a sua evolução, nesta condição deverão estar forçosamente habitando um mundo superior. Quando saem dali pelo desencarne, o seu perispírito é transmutado pelos espíritos superiores e toma a forma humana, para se encarnar como espírito humano num planeta primitivo. Isto não acontece na terra.

Livro dos Espíritos

Questões 607 e 613. Não há trânsito direto dos animais que conhecemos aqui na terra para o homem primitivo.

Emmanuel

Alvorada do Reino Todos os Espíritos que agora animam corpos humanos, num passado distante, animaram animais, onde adquiriram atributos que hoje se apresentam nos seres humanos. O animal caminha para a condição de homem, tanto quanto o homem caminha para a condição de anjo.

Joanna de Ângelis – Conflitos Existenciais, p. 115

O princípio espiritual adquire experiências, emoções e conhecimento através do trânsito pelos diferentes reinos da Natureza (...).

A Gênese – Cap. X, itens 24, 28 e 29

Acompanhando-se passo a passo a série de seres, dir-se-ia que cada espécie é um aperfeiçoamento, uma transformação da espécie imediatamente inferior.

Kardec em comentário que se segue a questão 613 (Metempsicose) do LE diz: Os próprios espíritos estão longe de tudo conhecer, e sobre o que não conhecem podem ter opiniões pessoais. É assim que nem todos pensam da mesma maneira em relação aos animais. Segundo alguns, o Espírito não chega ao período humano senão depois de ter sido elaborado e individualizado nos diferentes graus dos seres inferiores da criação. Segundo outros, o espírito do homem teria sempre pertencido a raça humana, sem passar pela fieira animal. Ainda no comentário de Kardec na mesma questão: A primeira opinião tem a vantagem de dar uma finalidade ao futuro dos animais que constituiriam assim os primeiros anéis da cadeia dos seres pensantes. O segundo é mais conforme à dignidade do homem. Uma pessoa com doutorado deve se envergonhar de um dia ter passado por um período pré escolar ???

Na revista espírita de 1865 Kardec escreveu: Nos seres inferiores da criação, o senso moral não existe e a inteligência esta em estado de instinto. É nesse período que a alma se elabora para a vida. Quando atingiu o grau de maturidade necessário, recebe de Deus novas faculdades: O livre arbítrio e o senso moral. Esta questão se liga ao grave problema do futuro dos animais e nos parece suficientemente elaborada. Pode-se desde já considerá-la com resolvida pela concordância do ensino dos espíritos. Em “O Consolador” , pergunta 79, Francisco Xavier responde a seguinte pergunta: Como interpretar nosso parentesco com os animais?

- Considerando que eles igualmente possuem diante do tempo, um porvir de fecundas realizações, através de numerosas experiências, chegarão, um dia, ao chamado reino hominal, como por nossa vez, alcançaremos, no escoar dos milênios, a situação de angelitude. A escala do progresso é sublime e infinita.

Leia mais!!!

Em razão de diversas perguntas que nos tem chegado sobre a nossa responsabilidade para com os animais, queremos esclarecer o seguinte:

Os animais são colocados pela espiritualidade ao nosso lado para que possam aprender conosco e nos aprendermos com eles. Como o animal tem livre arbítrio limitado, somos responsáveis por tudo que acontecer a eles e pelo que eles aprenderem de bom e de ruim. Chico Xavier em “O consolador” nos faz o seguinte alerta:

“ - A zoologia é também objeto de atenção dos planos espirituais?

- Sem duvida, também a zoologia merece o zelo da esfera invisível. Mas é indispensável considerarmos a utilidade de uma advertência aos homens, convidando-os a examinar detidamente os seus laços de parentesco com os animais, dentro das linhas evolutivas, sendo justo que procurem colocar os seres inferiores da vida planetária sob seu cuidado amigo. Os reinos da natureza, alias, são o campo de operação e trabalho dos homens, sendo razoável considerá-los mais sob sua responsabilidade direta que propriamente dos Espíritos, razão por que responderão perante as leis divinas pelo que fizeram, em consciência, com os patrimônios da natureza terrestre”.

 

Abaixo colocamos também algumas perguntas que chegam ao Grupo de Atendimentos aos Animais do CELE e as suas respectivas respostas:

 

Pergunta: Como ocorre o desencarne de um Animal?

Resposta: Um animal, por não ter carma, salvo raras exceções, quando são utilizados na colônia espiritual para serviços especiais, não tem o que aprender no mundo espiritual. Aprendem mais encarnados do que desencarnados, portanto, assim que desencarnam são amorosamente recebidos e submetidos pela equipe espiritual ao processo de preparação para nova encarnação. Este tempo é de no mínimo o tempo necessário para gestação naquela espécie. Os animais são praticamente impelidos ao progresso e, portanto devem ser submetidos a experiências diferentes daquela que viveu em sua ultima encarnação. Raças, condição social (ex: animal de rua), finalidade (guarda, companhia, trabalho, etc.) e principalmente tutor, com quem ele possa aprender ou ensinar algo diferente. Por este motivo, a menos que tenha ficado alguma coisa muito mal resolvida entre vocês (ensinamento obtido pelo animal ou pelo homem) é pouco provável que ele reencarne na mesma família.

Na literatura espírita encontramos alguns casos em que o animal retorna ao convívio do seu antigo tutor, mas são casos especiais em que o animal ou o homem ainda tem algo a acrescentar ao seu progresso espiritual. Exemplo: Chico Xavier e Boneca (sempre se tem um algo mais a aprender com um espírito iluminado como de Chico).

Sabemos a dificuldade que é a perda de um ente querido, mas é necessário considerarmos  que assim como nossos filhos os animais também são espíritos em evolução e necessitam desta passagem para evoluírem. É natural que sintamos sua falta, mas também devemos compreender o quanto fomos importantes no desenvolvimento deles e eles no nosso.

O que pode nos servir de consolo é saber que os animais quando no mundo espiritual são superprotegidos e não sofrem como os homens que são obrigados a prestar contas de seus atos. Que talvez, num futuro próximo, entre encarnações e conforme nosso merecimento, tenhamos autorização para desfrutar por algum tempo, novamente da companhia de nosso amigo em alguma colônia espiritual.

Quem sabe em vez de procurarmos a reencarnação do nosso antigo companheiro dediquemos o nosso amor a outro espírito encarnado em outro animal que necessita nossa dedicação tanto quanto ou até mais que aquele que já passou. A espiritualidade já sabe que pode contar com você para um futuro aluno, portanto fique atento aos animais que cruzarem seu caminho.

 

Pergunta: Como é funciona o Atendimento dos Animais?

Resposta: Prezado irmão! O atendimento é feito a distancia, porque seria impraticável trazer os animais ao Centro por varias razões entre as quais o espaço. O nosso trabalho consiste em:

  • Estudo sobre o espiritismo e os animais(nossa evolução).
  • Conscientização das pessoas sobre a importância dos animais.(seguindo orientação de xico Xavier " A nos seres humanos Deus outorgou a protecção e a condução de nossos irmãos mais novos os animais")
  • Atendimento aos animais necessitados

    André Luís em Conduta espírita capitulo 33 recomenda :

    " No socorro aos animais doentes, usar os recursos terapêuticos possíveis, sem desprezar mesmo aqueles de natureza mediúnicas que aplique a seu favor. A luz do bem deve fulgir em todos os planos."

...

Pergunta: Tenho uma cadelinha com início de cancer, gostaria de saber se podemos trata-la à distância com irradiações ou orações.

Resposta: Com certeza podemos tratar o teu animalzinho com preces e irradiações a distancia, e este tratamento será um ótimo complemento ao tratamento veterinário convencional. Todos os tratamentos para animais em nosso centro são feitos a distancia. Seria impraticável a presença dos animais no centro espirita. Cabe lembrar que para a espiritualidade não existe distancia. Voltamos a ressaltar que é muito importante que os dois tratamentos (veterinário e espiritual) sejam feitos juntos pois um é complemento do outro. Também seria aconselhável a realização do "evangelho no lar".

...

Pergunta: Como é a passagem de um cachorro, ainda mais se teve uma morte violenta (morto por outros cachorros)? E os cachorros que o mataram?

Resposta: A passagem do animal de forma violenta faz parte do aprendizado traçado pela espiritualidade para o espírito presente no animal. Nestas condições normalmente, a espiritualidade encarregada da proteção aos animais normalmente não deixa que o animal sofra mais do que o necessário providenciando um desencarne rápido. É importante ressaltar que o que deixa marcas a serem resgatadas são atitudes morais, o que não é o caso. O animal desencarnado é recebido pela espiritualidade e quase imediatamente enviado a nova reencarnação. Os cachorros que o mataram também tem que passar por este aprendizado até que em nova encarnação consigam evoluir. Nós somos os principais responsáveis por este desenvolvimento.Deus esta presente tanto no algoz como na vítima.

...

Pergunta: É possível um animal ser obsediado?

Resposta: É possível um animal ser obsediado, mas não é comum. Os animais, normalmente, são super-protegidos pelos espíritos protetores pois o livre arbítrio deles é limitado. Quando acontece de o animal ser obsediado, o alvo desta obsessão, normalmente, não é o animal mas as pessoas que convivem com ele. Neste caso a espiritualidade até permite uma pequena obsessão ao animal pois isto tem um objetivo, que é o aprendizado do espírito do dono. Portanto, cuide de você que indiretamente estará protegendo o animal.

...

Pergunta: Tenho uma poodle de 2 aninhos e ela é bem maluca [...] e ela tem agido estranhamente ao dormir, ela age como se tivesse pesadelos, e acaba atacando meu outro cachorro. Ela também acorda no meio da noite vai para um outro comodo da casa e late sem parar, ficamos assustados em casa pois nos dá impressão de que ela enxerga algo, gostaríamos de ajuda.

Resposta: O animal consegue perceber mais do que nós, tanto no campo material quanto espiritual. Durante o sono eles conseguem, as vezes, até mesmo se desdobrar. No entanto a maioria das vezes isto ocorre porque o animal escuta barulhos que ocorrem na rua. Em todo caso, nunca é demais fazer o evangelho no lar ou pedir proteção dos bons espíritos.

...

Pergunta: Dois pitbulls mataram um hotweiner...e depois os pitbulls morreram. Tragédia pra todos, os tratávamos como "crianças" da família. Queria saber se podemos fazer algo para os cachorros que se foram e para aliviar a família que era dona dos cachorros?

Resposta: Os animais por não terem ajustes a fazer no mundo espiritual, assim que desencarnam são recebidos pelos protetores espirituais e quase imediatamente são encaminhados para nova encarnação. O que podia ser feito por voçes, foi feito durante a vida do animal . O que pode ser feito agora é consolar a familia de teu irmão, dizendo que sem duvida eles foram muito importantes no desenvolvimento espiritual do animal e o animal no desenvolvimento espiritual deles. Convem eles ficarem atentos pois é possivel que a espiritualidade aproveite a boa vontade deles para mandar mais um "aluno".

...

Pergunta: O que podem me esclarecer sobre a eutanásia em animais?

Resposta: Primeiro gostaríamos de te fazer uma pergunta: És Vegetariana? Se tua resposta for não, como a maioria da população mundial, em razão do estado evolutivo do nosso planeta, então não há motivos para ficarmos com problemas de consciência se tivermos de eliminar um animal que os veterinários tenham dado como irrecuperável, pois neste caso nos não tivemos este tipo de problema quando comemos aquele bife ontem, e, indiretamente, fomos os causadores da morte de um animal são. Se tua resposta for sim, então terás um problema um pouco mais delicado para o qual ainda não temos uma resposta definitiva . Os próprios autores espíritas divergem. Neste caso a decisão depende de cada um. Podemos apenas fazer algumas divagações onde poderás basear tua decisão: Os veterinarios consultados foram unânimes em afirmar que não existe mais nenhuma possibilidade de cura? A qualidade de vida do animal esta irremediavelmente comprometida? O método utilizado para eutanásia não causará mais sofrimento ao animal? Os animais não tem carma (resgate) a fazer (sofrem para aprendizado) e portanto não tem do que se arrepender na ultima hora. As vezes o sofrimento do animal é mais aprendizado para o responsável (dono) do que para o próprio animal. Os animais não tem livre arbítrio e portanto são totalmente dependentes de ti. A menos que sejam utilizados pela espiritualidade para algum trabalho especifico os espiritos dos animais mortos são recebidos por espíritos protetores e quase que imediatamente encaminhados a nova reencarnação. Se ainda assim continuares em duvida sugerimos que através de preces peça aos espíritos superiores que o intuam a encontrar a melhor solução. Esperamos que de alguma forma tenhamos contribuído para formação de tua opinião.